Outras matérias:
anterior < Fiscalização apreende 48 veículos por transporte irregular

próxima > Operação tapa-buraco interdita trecho de avenida na Barra


Editoria: Cidade
Rio de Janeiro, Terça-feira, 02 de setembro de 2014

Preview
Prefeitura pagará em setembro reajuste da Guarda Municipal
Publicada em: 22/08/2007 às 18:58 - Editoria: Cidade




A Prefeitura do Rio pagará até 15 de setembro o reajuste salarial de 4%, concedido no acordo coletivo assinado na última terça-feira, dia 21, entre a Guarda Municipal e o Sindicato dos Servidores da Guarda Municipal do Rio (Sisguario).

Além do reajuste, os guardas municipais tiveram atendida a reivindicação do plano odontológico, que entrará em vigor depois da licitação para escolha da empresa prestadora do serviço.

Retroativo a março (data-base da categoria), o aumento beneficia 6.170 funcionários, entre guardas e servidores administrativos. Também será retroativo o pagamento da diferença do vale refeição/alimentação, que passou de R$ 6,30 para R$ 6,60. O valor será creditado no início do mês.

O reajuste contempla os seis níveis salariais da Guarda Municipal, criados em 2001 com a implantação do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS). O piso da categoria (nível GM-1) passa de R$ 781,09 para R$ 812,32, incluídos os R$ 270,77 referentes aos 50% de adicional de risco. O salário de inspetor (nível GM-5) passa a R$ 3.231,63, já com os 50% de risco incluídos.

O acordo coletivo também aumentou em 2,91% (referente ao IPCA acumulado de 01/03/06 a 28/02/07) os benefícios já conquistados, como empréstimo de material escolar para filhos de guardas, que passa de R$ 800,00 para R$ 1 mil, podendo ser parcelado em até seis vezes. Já o auxílio-dependente - para quem tem filhos ou enteados com necessidades especiais - passa de R$ 421.88 para R$ 434,15, e o reembolso-creche, de R$ 348,05 para R$ 358,17.

Conquista do Acordo de 2005, o vale-refeição foi mantido para os funcionários em férias. Os licenciados pelo INSS por acidente de trabalho ou auxílio-doença (em alguns casos) conservam o direito a plano de saúde e vale-refeição, pagos integralmente a mulheres em licença-maternidade.

Extensivo a cônjuges, filhos ou enteados de até 21 anos, o auxílio-funeral continua a ser custeado pela GM-Rio que, no caso de falecimento dos pais, concede ainda ao funcionário empréstimo parcelado em até cinco vezes.

Também foi mantido o anuênio de 1% e adicional por habilitação profissional (que varia de 5% a 15%) a todos os concursados: guardas municipais, músicos da banda da GM-Rio, agentes de transportes e funcionários das áreas de medicina e segurança do trabalho.

imprimir Enviar por e-mail


Topo da página
Primeira página . Aviso de Pauta . Cidade . Carnaval 2008 . Carnaval 2009 . Carnaval 2010 . Prefeitura Itinerante . Rio2016 . Notícias anteriores . Fotos . Fale com o Notícias Rio
© 2001 - 2006 Todos os direitos reservados à Secretaria Especial de Comunicação Social - Tel:2503-2828 / 2503-2862